Acompanhe nossas novidades

Postado em 06 de Março de 2015 às 10h01

Veja dicas para declarar imóveis no Imposto de Renda de 2015

  • Firme Negócios Imobiliários -

Especialistas tiram dúvidas sobre compra, venda e doações. Casas e apartamentos devem estar listados na relação de bens.

Compra, venda e doação de imóveis devem constar na declaração do Imposto de Renda. Além disso, todos os imóveis de propriedade do contribuinte devem ser listados. No entanto, é preciso atenção para preencher cada transição corretamente.

Veja abaixo dicas de especialistas para declarar imóveis:

 

Tenho um imóvel que nunca declarei, e agora?

“Imóveis que não foram declarados anteriormente por engano devem ser declarados agora, informando a data de aquisição”, diz o professor do curso de Ciências Contábeis da Estácio, Jurandir Mauro Pereira. “Se antes o contribuinte estava obrigado a declarar e não o fez, pode cair na malha fina agora”, aponta o especialista.
O valor total dos bens que obriga o cidadão a declarar o IR em 2015 é de R$ 300 mil. “Todos os imóveis o contribuinte é obrigado a declarar. O fato de ele ter um imóvel com valor superior a R$ 440 mil de custo de aquisição, por exemplo, já o obriga a fazer a declaração. Mas se o bem não totaliza esse valor, não o obriga. Nesse caso, se ele tem um imóvel de R$ 200 mil, por exemplo, mas não tem nenhuma outra renda que o obrigue a fazer a declaração, esse imóvel não vai constar em declaração nenhuma”, explica Pereira. O rendimento anual mínimo que obriga o cidadão a declarar o imposto neste ano é de R$ 26.816,55.

 

Quando comprei minha casa paguei 300 mil, hoje ela vale mais de 400 mil, devo atualizar o valor?

Não. O contribuinte precisa declarar o valor que foi pago pelo bem, e não o valor atual de mercado. “Você só vai mostrar essa valorização quando vende o imóvel” por um valor maior do que o que pagou, explica o professor de finanças da FIAP Marcos Crivelaro.

 

Comprei um imóvel mas não terminei de pagar, declaro o valor total do imóvel?

Não. Se você financiou uma casa e já pagou 30% do total, por exemplo, declare apenas o valor pago no ano, aconselham os especialistas. “Caso o imóvel seja financiado, o contribuinte vai declarar o valor pago até 31/12/2014, independentemente do valor do imóvel”, explica Pereira. “O que você vai pagar a casa ano, vai acrescentando. A Receita quer o valor pago, não o de contrato”, diz Crivelaro.

 

Mais dicas em: http://g1.globo.com/economia/imposto-de-renda/2015/noticia/2015/03/veja-dicas-para-declarar-imoveis-no-imposto-de-renda-de-2015.html

Veja também

Mercado Imobiliário - Faça a escolha certa09/12/14 SÃO PAULO – O mercado imobiliário brasileiro passou por um verdadeiro boom nos últimos anos. Os preços dispararam com o aumento do nível de emprego, da renda e do acesso ao crédito no País. Quem está interessado em investir em imóveis tem cinco opções principais: imóveis residenciais na planta, residências usadas,......
Procon dá dicas para evitar atrasos na entrega de imóveis na planta22/01/15 O número de reclamações contra construtoras ou incorporadoras de imóveis vendidos na planta, na cidade de São Paulo, foi de 2.576 no primeiro semestre deste ano, de acordo com dados da Fundação......

Voltar para Notícias