Acompanhe nossas novidades

Postado em 20 de Agosto de 2015 às 08h18

Salão do Imóvel e Feirão Caixa são prova de um segmento fortalecido e atuante

  • Firme Negócios Imobiliários -

Diretores do Sindicato da Habitação do Oeste (Secovi-Oeste/SC), representantes da Caixa Econômica Federal e das imobiliárias que integraram o 11º Salão do Imóvel e Feirão Caixa da Casa Própria, estiveram reunidos, nessa terça-feira (19), para avaliação e projeção da próxima edição do evento. A reunião foi conduzida pelo coordenador do Salão do Imóvel e vice-presidente do Secovi-Oeste/SC, Ademir Roque Sander.
O evento, que surpreendeu os organizadores apesar das projeções duvidosas do mercado nacional, recebeu 3.400 visitantes e gerou, entre negócios fechados e prospectados, mais de R$ 140 milhões. A disposição dos visitantes em investir, agradou os empresários e corretores das 20 imobiliárias que participaram e que, juntas, ofertaram imóveis de R$ 105 mil até a faixa de R$ 3 milhões e terrenos a partir de R$ 90 mil.
Entre os pontos avaliados esteve o crescimento do número de imobiliárias participantes, que passou de 14 para 20, com destaque para o retorno de construtoras tradicionais do município. Isso resultou em uma avaliação positiva dos organizadores, pois, segundo o coordenador do evento, isso oportunizou um número maior de opções aos visitantes e aumentou a chance de encontrarem o imóvel que desejam. A quantidade de imóveis prontos e ofertados pelo programa Minha Casa Minha Vida também foi satisfatório – ao todo foram oferecidos 340 imóveis prontos e outros 2.800 na planta ou em fase de conclusão – juntamente com uma oferta ampla de imóveis de alto padrão.
A alteração no horário de funcionamento do Salão e Feirão também foi um destacado pela avaliação positiva pelo público visitante. A participação e apoio das entidades ligadas ao segmento de imóveis, como o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Santa Catarina (Creci-SC) e o Sindicato da Indústria da Construção e de Artefatos de Concreto Armado do Oeste de Santa Catarina (Sinduscon/Oeste), também fortaleceu a representatividade e união do segmento em Chapecó.
Para a próxima edição, serão avaliados pontos como da otimização no fluxo de visitação a todos os estandes do evento, mais opções de entretenimento para as famílias visitantes, estratégias de divulgação alternativas e mais pessoais além da mídia tradicional, etc. 

Veja também

2015 deve ser bom ano para quem quer comprar imóveis10/12/14 O ano de 2015 será bom para quem quer encontrar imóveis com preços menores e barganhar descontos. Mas, por outro lado, o comprador não deve esperar quedas generalizadas de preços, de acordo com associações e empresários do setor imobiliário. As discussões sobre o comportamento do mercado no ano que vem foram tema do evento "Mesa Redonda......

Voltar para Notícias