Acompanhe nossas novidades

Postado em 17 de Novembro de 2014 às 10h46

O Brasil pode ser líder em prédios verdes

Imóveis (29)Apartamentos (23)
  • Firme Negócios Imobiliários -

São Paulo - Especialista em construções verdes do International Finance Corporation (IFC) — braço do Banco Mundial para financiamento privado —, o indiano Prashant Kapoor lidera, desde 2010, as iniciativas da instituição em construção sustentável para mercados emergentes. A meta do IFC é atingir 20 países nos próximos sete anos — e fazer com que os edifícios verdes componham 20% do mercado imobiliário de cada um deles.

1) EXAME - Por que é mais urgente pensar em soluções verdes para a construção civil hoje?

Prashant Kapoor - Cerca de 30% da energia produzida é consumida pela construção civil, o que inclui a fase de construção e o consumo posterior nas casas e nos escritórios. O mundo está cada vez mais urbanizado, e os países emergentes estão vivendo um boom de construções. Se deixarmos a chance passar, será muito difícil corrigir depois.

2) EXAME - A ideia de que a sustentabilidade custa muito mais caro ainda vigora na construção civil?

Prashant Kapoor - Sim. Há uma percepção por parte da maioria de que uma construção sustentável custa 30% mais caro, mas, segundo o World Green Building Council, entidade global responsável por disseminar práticas sustentáveis de construção, o incremento no custo oscila de 0% a 4%.

3) EXAME - O que o IFC tem feito para auxiliar os países em desenvolvimento nessa questão?

Prashant Kapoor - Uma das estratégias é financiar bancos para que eles concedam empréstimos e invistam diretamente em construções verdes. Desde 2009, investimos 600 milhões de dólares. O mais recente aporte, de 60 milhões de dólares, foi feito numa construtora de Minas Gerais, a Canopus.

Ela também foi a primeira no Brasil a conquistar um selo verde que ajudei a criar, o EDGE. A conquista da certificação está vinculada ao uso de um software que permite uma economia nas obras de até 20% no uso de materiais como água e energia.

4) EXAME - Já existem dois selos para a construção verde no mundo, o Leed e o Acqua. De que maneira mais uma certificação melhora o cenário?

Prashant Kapoor - No mundo inteiro, essas duas certificações têm como alvo empresas de grande porte. O EDGE nasceu para provar que companhias médias e pequenas também podem construir de maneira sustentável e se beneficiar disso.

5) EXAME - O poder público pode incentivar a adoção de práticas sustentáveis na indústria da construção?

Prashant Kapoor - Os governos precisam criar os incentivos e dar o exemplo aplicando essas práticas nos próprios projetos. E o IFC tem ajudado autoridades a criar códigos de eficiência energética inteligente para suas construções.

6) EXAME - Hoje, quais países são os melhores exemplos para edifícios verdes?

Prashant Kapoor - Na Europa, há leis que obrigam os edifícios a obter selos verdes, e isso transformou o mercado. No México, o setor financeiro tem desempenhado um papel central. Nos últimos quatro anos, 60% das hipotecas do país têm sido verdes — ou seja, seguem padrões sustentáveis.

7) EXAME - E o Brasil?

Prashant Kapoor - O país tem uma grande oportunidade de se tornar um dos líderes nesse setor. A construção civil deverá crescer 20% até 2020 no Brasil, e estou convicto de que a adoção de critérios de sustentabilidade será um imperativo.

Fonte: Exame

Veja também

Simples Nacional vai diminuir a informalidade dos corretores de imóveis24/11/14 A inclusão dos corretores de imóveis no Simples Nacional, sistema de arrecadação simplificada de impostos do Governo Federal, beneficiará cerca de 310 mil profissionais que trabalham com corretagem de imóveis no país. No Piauí, pelo menos 2.053 corretores estão inclusos no Simples. O sistema de tributação para micro e pequenas empresas......
Procon dá dicas para evitar atrasos na entrega de imóveis na planta22/01/15 O número de reclamações contra construtoras ou incorporadoras de imóveis vendidos na planta, na cidade de São Paulo, foi de 2.576 no primeiro semestre deste ano, de acordo com dados da Fundação......

Voltar para Notícias