Acompanhe nossas novidades

Postado em 27 de Novembro de 2014 às 09h27

Mercado Imobiliário deve ficar atento à gestão das vendas e dos custos em 2015

Imóveis (29)
  • Firme Negócios Imobiliários -

Assuntos foram destaque no 58º Encontro da ABMI, realizado em Goiânia

Diante das previsões para a economia brasileira em 2015, o mercado imobiliário prevê um cenário onde a gestão das vendas e dos custos do negócio deverão ser ainda mais eficientes. O tema foi debatido durante o 58º Encontro da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário (ABMI), realizado em Goiânia entre os dias 13 e 15 de novembro, com a participação de empresários de vários estados brasileiros. “Teremos que equilibrar fatores como estoques e marketing e ainda agregar ou fortalecer parcerias. Devemos consolidar as boas parcerias para ter êxito nessa tarefa no ano que vem”, resumiu Marcelo Brognoli, presidente da ABMI.

Segundo o case apresentado pela Tropical Imóveis e Grupo Dhama, essa tônica fica evidente quando se trata do mercado de incorporações urbanas. Num ano que acena para um crescimento negativo na economia, planejar a estratégia de atuação e incorporá-la à rotina da empresa torna-se essencial, na opinião de analistas como Dobson Borges, da Simeon, que apresentou a solução EPA de Consultoria em Estratégia, Tecnologia e Educação Corporativa.

A Simeon tem atuado em parceria com a Globaltec, desenvolvedora do software UAU, único ERP criado especialmente para o setor da construção civil e que acabou de atingir a marca de 817 clientes ativos em todo país. CEO da Globaltec, Marcelo Xavier de Oliveira fez a palestra de abertura do Encontro da ABMI ressaltando a importância do controle de custos, do planejamento e gestão de vendas que o sistema proporciona, elementos que são integrados com a parte contábil, fiscal e a folha de pagamento. “Uma gestão de recebíveis interligada com o sistema bancário e com a apuração de obrigações contábeis e fiscais tem sido a opção de várias grandes empresas do ramo imobiliário para maior eficácia na análise gerencial”, destacou Marcelo Xavier.

Veja também

Imóvel de herança pode ser expropriado antes da partilha08/11/14 O imóvel rural que compõe herança pode ser objeto de desapropriação, antes da partilha, para fins de reforma agrária, em razão de improdutividade. A decisão é da 2ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, ao negar recurso que alegava a impossibilidade de desapropriar o bem havido pelos herdeiros em condomínio. Para o relator,......
O cliente desistiu de comprar o imóvel? Veja o que fazer!03/02/15 Entre os muitos motivos que levam uma pessoa a desistir da compra de um imóvel na planta, estão: a demora da obra e a falta de recursos para honrar o compromisso. No entanto, essa mudança de planos pode gerar problemas ao pretenso......

Voltar para Notícias