Acompanhe nossas novidades

Postado em 07 de Junho de 2017 às 09h15

Caixa Anuncia Taxa De Juros ‘Personalizada’ Para O Mercado Imobiliário

A Caixa Econômica Federal pretende lançar, a partir do segundo semestre, taxas de juros personalizadas nos financiamentos imobiliários, informou o presidente do banco público, Gilberto Occhi, nesta terça-feira (6).

A ideia do banco é cobrar menos de clientes com um perfil de risco melhor. Quem tiver garantias melhores para um montante menor de financiamento requerido, por exemplo, pagará taxas menores, afirma Occhi.

Serão beneficiados também os clientes que tiverem condições de dar uma entrada maior no financiamento ou contratarem parcelamentos por um prazo menor.

Atualmente, segundo ele, as taxas para financiamento imobiliário são padronizadas para quem não é correntista do banco.


Há uma diferenciação maior, de acordo com o perfil de risco de crédito, no caso dos correntistas, mas Occhi afirma que estes também deverão ser beneficiados pelos aperfeiçoamentos que estão sendo feitos na definição das taxas.

O presidente da Caixa diz que, além do crédito imobiliário, as mudanças contemplarão também outras categorias de crédito, mas não especificou quais.

“Esse modelo de definição de juros será lançado no segundo semestre, para juros de habitação mas também outros tipos de crédito”, disse.

As taxas de juros da linha de crédito Pró-Cotista da Caixa –que usa recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço)– variam de 7,85% (para clientes que tenham débito em conta ou conta-salário no banco) a 8,85% ao ano.

Só podem ter acesso a essas taxas os trabalhadores com pelo menos três anos de vínculo com o FGTS. Além disso, eles precisam estar trabalhando ou ter saldo na conta do FGTS de pelo menos 10% do valor do imóvel.

Já pelo SBPE, com recursos da caderneta de poupança, a taxa é de 10,49% ao ano.

A Pró-Cotista financia a compra de imóveis de até R$ 950 mil nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e de até R$ 800 mil nos outros Estados. É a linha de empréstimo habitacional mais barata depois do Minha Casa, Minha Vida.

Essa linha chegou a ser interrompida há pouco mais de um mês, por falta de recursos. A linha foi retomada posteriormente com o redirecionamento de 85% do montante destinado a uma das faixas do Minha Casa, Minha Vida.

Veja também

As alternativas para financiar imóveis usados fora da Caixa04/05/15 Com as novas restrições nos financiamentos imobiliários da Caixa, o cenário muda completamente para o comprador de imóveis usados. Daqui para frente, quem não tiver praticamente metade do valor do imóvel deverá recorrer a outros bancos para fazer o financiamento, e fazer isso o quanto antes pode ser a melhor saída. Marcelo Prata, presidente do Canal......
Como declarar no IR reformas realizadas no imóvel15/04/15 Construção, ampliação ou reforma do imóvel realizadas em 2014 podem ser declaradas pelo contribuinte no Imposto de Renda 2015. Informar benfeitorias realizadas na casa ou apartamento é uma das poucas formas de......

Voltar para Notícias