Acompanhe nossas novidades

Postado em 12 de Maio de 2015 às 08h47

11º Salão do Imóvel e Feirão Caixa: resultado da união e comprometimento do setor imobiliário

  • Firme Negócios Imobiliários -

Mais de 200 pessoas – entre empresários do segmento de construção e imóveis, autoridades e imprensa – prestigiaram o lançamento do 11º Salão do Imóvel e Feirão Caixa da Casa Própria em solenidade realizada nessa quinta-feira (07), em Chapecó. Consolidado como o maior evento do setor imobiliário do Oeste de Santa Catarina, esta edição teve um acréscimo de 40% no número de imobiliárias participantes, de acordo com o coordenador do evento e vice-presidente do Sindicato da Habitação do Oeste (Secovi-Oeste/SC), Ademir Roque Sander.
Confiante no sucesso desta edição, o coordenador afirma que “apesar do momento de dificuldades, os empresários estão unidos e preparam ofertas especiais para os clientes que visitarão o evento. Teremos ofertas e condições atrativas tanto para quem busca investir em imóveis de menor valor quanto para quem quer investir em imóveis de alto padrão. Serão milhares de ofertas, em um só lugar”, assegurou o coordenador.
Segundo o coordenador, na categoria do programa Minha Casa Minha Vida, serão mais de 150 apartamentos com dois dormitórios, já em construção, com valores a partir de R$ 124 mil. “A família interessada em adquirir um desses imóveis deve possuir renda bruta de R$ 3.800 mil mensais e recursos próprios de R$ 12.400 mil, podendo utilizar 100% do FGTS para cobrir este valor ou apresentar uma entrada de R$ 2 mil e pagar a diferença dos R$ 10.400 mil em parcelas direito com a empresa”, explica.
Outro exemplo citado pelo coordenador é para as famílias que possuem renda bruta familiar de R$ 2.200 mil “Essa família deve possuir recursos de R$ 20.339 mil, podendo utilizar o FGTS e realizar o parcelamento direto com a construtora”. Para famílias com rendas maiores, haverá lançamentos de imóveis em várias faixas, de R$ 250 a R$ 400 mil e outros de até R$ 650 mil. “Nestes casos, os financiamento serão via CAIXA (cliente com FGTS) ou diretamente com a construtora em 60 vezes ou algumas em até 80 vezes”, orienta Ademir Roque Sander.
Na última edição, mais de 4 mil pessoas prestigiaram o evento. Foram vendidos 187 imóveis, totalizando R$ 28 milhões e prospectados 1.205 negócios após a realização do evento, na ordem de R$ 158 milhões.
“O mercado de construção civil tem uma dinâmica distinta e tem tido uma alta escala de evolução nos últimos anos” ressaltou o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Ricardo Bier Troglio. “Os melhores momentos para se fazer negócios são quando o mercado está adverso. Quem for ao evento encontrará boas opções de investimentos. É um ano de oportunidades e elas, com certeza, estarão no Salão do Imóvel e Feirão Caixa”, afirmou.
A CAIXA estará presente com uma ilha de atendimento que contará com especialistas em crédito imobiliário. Nela, poderão ser feitas simulações de financiamentos e orientação sobre os programas de financiamento habitacional. O superintendente observou ainda que, neste ano, além do financiamento tradicional do “Minha Casa, Minha Vida”, a CAIXA oferecerá financiamentos pelo programa Pró-Cotista, destinados a cotistas do FGTS, para compra imóvel com valor de até R$ 650 mil. O superintendente ressalta ainda que, não há renda mínima exigida para a compra do imóvel desde que o cliente tenha recursos próprios para complementar o financiamento.
O presidente do Secovi-Oeste/SC, Altir Paludo, está contente com as proporções de crescimento que o evento tem tido com o passar dos anos e também, pois o município apresenta um potencial de crescimento significativo para os próximos anos. “No ano de 2014, foram aprovados 1.787 lotes em Chapecó, liberados 1.389 alvarás de licença residencial e comercial e concedidos 1.026 alvarás de Habite-se. Os números criam grandes perspectivas no que se refere ao número crescente de imóveis no município e nós, do segmento imobiliário, estamos de olho nesta demanda para podermos oferecer o melhor de acordo com o perfil dos nossos clientes”, afirmou.
“Reiteramos a parceria com o Salão do Imóvel e Feirão Caixa, principalmente, para viabilizar o apoio a todos que desejam ou precisam investir em um imóvel”, explicou o prefeito José Caramori. Ele observou ainda que o segmento imobiliário tem contribuído muito para o legado municipal no que se refere a economia, e elogiou a capacidade do setor na geração de empregos e entendimento sindical e patronal. “O segredo de Chapecó é a união das pessoas, e o setor de imóveis e construção civil têm nos dado exemplo disto”, enfatizou.
EVENTO
O 11º Salão do Imóvel e Feirão Caixa da Casa Própria ocorrerá nos dias 5, 6 e 7 de junho, das 9 às 20 horas, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó. O evento é uma realização do Sindicato da Habitação do Oeste (Secovi-Oeste/SC), tendo como agente financeiro a Caixa Econômica Federal, e apoio da Prefeitura Municipal de Chapecó, Universidade Comunitária da Região de Chapecó (Unochapecó) e do Sindicato da Indústria da Construção e de Artefatos de Concreto Armado do Oeste de Santa Catarina (Sinduscon/Oeste).

Não deixe de conferir o Stand da Firme!

Veja também

Crédito imobiliário atinge R$ 10,3 bi e tem melhor setembro em 20 anos01/11/14 Foram R$ 83,1 bi para aquisição e construção de imóveis em 9 meses. Em 1 ano, empréstimos com recursos da poupança somaram R$ 112,9 bi. O volume de empréstimos para aquisição e construção de imóveis com o uso de recursos da poupança somou R$ 10,3 bilhões em setembro, alta de 12% em relação a......

Voltar para Notícias